O currículo do Curso de Mestrado e do Curso de Doutorado em Crítica Cultural está estruturado sob a forma de disciplinas (estudos), atividades e trabalho de conclusão – Dissertação e Tese.

I – No curso de Mestrado:

Além de disciplinas obrigatórias (08 C) e eletivas (09 C), compreendem ainda as seguintes Atividades Obrigatórias:

Práticas em Laboratórios e Seminários Interlinhas I e II, III (06 C);

Atividades de Produção Bibliográfica I (01);

Pesquisa Orientada I (01 C) e II (01 C);

Estágio Docente I (01 C);

Exame Geral de Qualificação I (01 C);

Dissertação (02 C)

Total de créditos: 30 créditos ou 450 horas.

O curso de Mestrado terá duração mínima de 18 meses e máxima de 30 meses; o de Doutorado terá duração mínima de 36 meses e máxima de 54 meses, sendo esses períodos contados a partir da matrícula inicial à apresentação da dissertação ou tese.

II – No curso de Doutorado:

Além de disciplinas obrigatórias (08 C) e eletivas (09 C), compreendem ainda as seguintes Atividades Obrigatórias:

Práticas em Laboratórios e Seminários Interlinhas IV, V e VI (06 C);

Atividades de Produção Bibliográfica II (02 C);

Pesquisa Orientada III (02 C), IV (02 C), V (02 C) e VI (02 C);

Estágio Docente II (02 C) e III (02 C);

Exame Geral de Qualificação II (03 C) e III (03 C) ou Seminários de Tese I (03 C) e II (03 C);

Escritura e Defesa Pública da Tese (06 C)

Total de créditos: 49 créditos ou 735 horas.

Disciplinas Obrigatórias do Doutorado

Disciplinas Optativas da Linha Literatura, Produção Cultural e Modos de Vida

Disciplinas Optativas da Linha Letramento, Identidades e Formação de Educadores


Conjunto de Disciplinas

O conjunto de disciplinas obrigatórias e optativas articulado às atividades do curso de Mestrado visa a formar, tem formado, um pesquisador de alto nível para se enfrentar, com outros instrumentos teóricos, críticos, metodológicos e prático-laboratoriais, o trabalho epistemológico envolvendo o nosso principal objeto de pesquisa, que é a língua e a literatura, e suas relações intersemióticas (língua e cultura; língua e imagem; língua e polifonia; diversidade linguística; língua e enunciação; literatura e quadrinhos; literatura e hipertexto; português brasileiro e suas literaturas; línguas, literaturas e direitos; glocalização de língua e literatura; letramentos; linguagens na sala de aula etc.), por outro lado, o conjunto de disciplinas obrigatórias e optativas articulado às atividades do curso de Doutorado visa a aprofundar esses estudos e investigações tomando por objeto uma arqueologia do principal acontecimento epistemológico da nossa área, que foi a descoberta do signo e a abertura do significante, e mapear suas repercussões nas ciências humanas e nas ciências sociais aplicadas, visando a descrever e interpretar encontros, debates e transvalorações epistêmicas, formação e funcionamento de sistemas científicos, instituições linguístico-literárias, bem como o sentido das políticas de inovação e o seu lugar nas formas de luta por distribuição de riqueza material e simbólica.

Ao fazer a escolha do Programa de Pós-Graduação em Crítica Cultural, o(a) candidato(a) a mestre(a) e a doutor(a) se fez graduação na área dos estudos linguísticos e literários deve ficar atento e mobilizar suas primeiras buscas e estudos sobre a crítica do campo e de outras áreas ao estruturalismo; se fez graduação em cursos na área de ciências humanas e ciências sociais aplicadas deve ficar atento e mobilizar suas primeiras buscas e estudos sobre os principais críticos do seu campo de formação, além da descrição do lugar da língua, linguagens, literatura e cultura em sua memória acadêmica. Assim, a oferta das disciplinas, obrigatórias e/ou optativas, para a composição e integralização curricular do mestrando quanto do doutorando, no Programa de Crítica Cultural, é flexível e deve responder à demanda de formação qualificada e pertinente a cada linha de pesquisa e tendo como critério principal: o histórico e a necessidade de cada mestrando ou doutorando. Exemplo: a Literatura Comparada está configurada como uma disciplina optativa do curso de Mestrado, com carga horária de 45 horas, 03 créditos, e da linha de pesquisa Literatura, Produção Cultural e Modos de Vida, mas pode ocorrer que um doutorando, com formação na área de Letras ou em áreas afins, não domine e necessite desses estudos, então, para esse doutorando, a referida disciplina é elevada à categoria de uma disciplina para o curso de Doutorado e, com isso, visando a resultados previstos para esse nível de estudos.