O Programa de Pós-Graduação em Crítica Cultural, da grande área dos Estudos Linguísticos e Estudos Literários, com o curso de mestrado desde agosto de 2009 e, a partir de agosto de 2019, também com o curso de doutorado, busca formar pessoal qualificado para as atividades de ensino e pesquisa no campo da cultura, focando as contribuições linguístico-literárias para as ciências humanas nos últimos cem anos e, ao mesmo tempo, pautando e praticando as novas exigências do campo cultural para os estudos de crítica, teoria e historiografia literárias. Nesse sentido, a qualificação planejada e posta em movimento implica não apenas uma teoria e uma prática de alto nível de especulação sobre a institucionalização da malha cultural no mundo contemporâneo, o sentido das instituições literárias e das políticas públicas concernentes ao letramento e à formação de leitores e de educadores, mas um empenho voltado à instituição da pesquisa avançada em direitos linguísticos e literários, na UNEB, expandindo com isso os espaços de interlocução com outros programas da área no Brasil e exterior.

Os mais de 160 mestres(as) formados(as) nesses 10 anos estão atuando na rede pública, em seus diferentes níveis, cursando doutorado em diversos programas da Bahia e do Brasil, além de professores e pesquisadores em faculdades privadas, Institutos Federais e em Universidades públicas.

Depois de um PROCAD de 04 anos (2012-2016) com o Pós-Lit da UFMG, conceito máximo na Capes (7,0), as repercussões do programa extrapolaram a esfera local e regional para um âmbito nacional e já com sólidas parcerias com instituições universitárias internacionais, a exemplo, da Universidade de São Marcos, Lima, Peru, Universidade de Pequim, China, a Universidade Estadual de São Petersburgo, Rússia, a Universidade de Nehru Jawaharlal, Índia, Escola de Altos Estudos, França.

Como espaço institucional administrativo na UNEB, o Programa de Crítica Cultural, juntamente com os cursos de Licenciatura em Língua Portuguesa e Literaturas, Língua Inglesa e Literaturas e Língua Francesa e Literaturas, estão sendo desmembrados do Departamento de Educação para um novo Departamento de Linguística, Literatura e Artes do Campus II da UNEB. Uma conquista histórica depois de 06 anos de luta.

Os impactos sociais, culturais, educacionais do Programa de Crítica Cultural nesses anos têm sido além de qualificar pessoal de alto nível para o ensino e a pesquisa em todos os níveis do sistema educacional brasileiro, tem prestado assessoria ao setor de linguagens e ciências humanas da rede de colégios públicos de Alagoinhas e região, visando à institucionalização de Iniciação Científica Júnior, com formação de professores para a pesquisa, estabelecimentos de parcerias efetivas para o trabalho conjunto e em rede envolvendo laboratórios de leitura e criação textuais. Acrescente-se a esses impactos as provocações regionais e nacionais para que a ANPOLL, repense seu Estatuto e Regimentos, crie um novo tipo de associado, o Associado Comunitário, e se dissemine pelo Brasil, na forma de seções estaduais, a exemplo da ANPUH e, com isso, inserindo os profissionais de Letras (estudantes em formação e os professores da rede pública) no debate político-científico do campo linguístico-literário em relação a governos e ao Estado.