Anais Eletrônicos do Fórum Nacional de Crítica Cultural 2

educação básica e cultura:

diagnósticos, proposições e novos agenciamentos

ISSN Nº 2179-3697

18 a 21 de Novembro de 2010
UNEB / CAMPUS II - Alagoinhas, Bahia

Apresentação

O II Fórum Nacional de Crítica Cultural tem como objetivos gerais mapear e descrever aspectos da relação entre a educação e a cultura, sobretudo a educação básica, situando o compromisso teórico da pesquisa científica na grande área de linguística, letras e artes, ciências humanas, ciências sociais aplicadas, e multidisciplinar, na articulação de encontro entre comunidade científica e coleti-vos culturais e educacionais, além de empenhar-se na construção de uma agenda envolvendo estes coletivos e suas demandas quanto à afirmação da cultura como um bem simbólico, um direito de to-dos – inclusive aos modos de produção, e como possibilidade de geração de riqueza e renda, voltadas a uma desconstrução da noção de cultura veiculada pela escola enquanto aparelho de re-produção de uma noção de cultura imposta pela indústria cultural. Um evento, portanto, que sugere diagnósticos — como uma arqueologia; proposições — como um engajamento transvalora¬dor; e novos agenciamentos — como a invenção de espaços produtivos e revolucionários nas instituições educacionais e culturais existentes.

As propostas de comunicação individual, espaços de agenciamento ou sessão coordenada, minicursos, oficinas, exposições, painéis, performances foram agrupados conforme orientação conceitual das linhas de pesquisa do mestrado, a saber: Margens da Literatura; Letramento, Iden-tidades e Formação de Professores; e Narrativas, Testemunhos e Modos de Vida. Assim, não só con-templaremos as propostas que foram pensadas em função dos eixos temáticos divulgados no site do fórum (representações do cotidiano escolar em obras de arte; segmentos artísticos marginais e seus modos de produção; o lugar da cultura local em livros e materiais didáticos; literatura e mídias: agen-ciamentos e entre-lugares nas configurações de gênero e sexualidades; cultura escrita, diversidade linguística e poder; ducação literária afrodescendente: usos e sentidos; raça/gênero, sexualidades e formação de professores/as; letramento e novas tecnologias em contextos minoritários; educação, patrimônio imaterial e memória; cultura, história e tradição; educação, narrativas e poéticas afro-brasileiras; educação, narrativas e saberes indígenas), mas abriremos o programa de mestrado — o PPG em Crítica Cultural/Pós-Crítica, e seu fórum, a um diálogo transversal com outros programas e com os coletivos de educação e de cultura. Uma festa do pensamento, enfim!

Comissão Organizadora
Alagoinhas, 5 de novembro de 2010

Acesse aqui o Sumário