Folhas venenosas do discurso: um diálogo entre Oswald de Andrade e João Ubaldo Ribeiro

Desde que se instalou a crítica da modernidade, efetuada pelas teorias pós-estruturalistas, os discursos sobre a literatura têm-se pautado por uma postura caracterizada pela interlocução de vozes e pela mobilidade do olhar do leitor que transita por múltiplos espaços do saber. É sob este viés que o autor estabelece em sua obra um diálogo entre Oswald de Andrade e João Ubaldo Ribeiro. Aliado a postura nômade, estratégia capaz de estampar e demarcar territorialidades geográficas, históricas, lingüísticas e imaginárias contidas na literatura e nas produções culturais, encontra-se a crítica que Osmar incursiona pelos meandros do texto de Oswald de Andrade (Manifesto Antropófago, Poesia Pau-Brasil, A Marcha das Utopias) e de João Ubaldo Ribeiro (Viva o Povo Brasileiro). Ao ultrapassar os contornos cientificistas que consideram a literatura um objeto a ser dissecado friamente, Osmar faz detonar, através de uma reflexão incisiva e constante, questões que dizem respeito às relações entre poder e saber, reavaliando fatos de nossa história política e cultural. Ao retraçar os modos de aprisionamento da história contidos nos discursos estudados, flagra-se também o desejo do indivíduo e das comunidades reprimidas no sentido da afirmação da festa, da alegria e da vida, que se correlacionam, nestas produções, à ausência da máquina repressora do estado. Aliás, é nesta afirmação da vida que se monta o discurso traçado no livro. O autor faz da linguagem um instrumento para redesenhar os mecanismos de repressão de um processo civilizatório que é desconstruído pela antropofagia oswal-ubaldiana e utiliza-se dos ingredientes contidos nos textos estudados pra romper as barreiras entre sujeito e objeto, discurso interpretativo e discurso interpretado.

Maiores informações, consulte o site:

 

SANTOS, O. M.. Folhas venenosas do discurso: um diálogo entre Oswald de Andrade e João Ubaldo Ribeiro. 1. ed. Salvador – Bahia: Quarteto Editora, 2002. v. 1. 192p .