Maria Bonita e o movimento da subjetividade de mulheres sertanejas

O livro SOB A LUZ DE LAMPIÃO da professora Jailma Moreira trata-se de uma investigação crítica sobre a subjetividade da mulher sertaneja, tomando como ponto de partida a peça Lampião, 1953, da escritora nordestina Rachel de Queiroz.
Procura-se mostrar no livro as imbricações entre a pessoa de Maria Bonita e sua personagem na peça, apresentando-se na historiografia do cangaço os lugares, representações e os modos de vida das mulheres sertanejas da Região do Sisal no nordeste da Bahia. Os resultados apresentados demonstram o embrião de reações ao status quo patriarcal, como também a força da mulher na região.

Maiores informações, consulte o site:

 

PEDREIRA, J. S.. Sob a luz de Lampião: Maria Bonita e o movimento da subjetividade de mulheres sertanejas. 1. ed. Salvador: EDUNEB, 2016. v. 1.