O que fazer com o cabelo de Marly?

Os textos reunidos no livro O QUE FAZER COM O CABELO DE MARLY?   se referem à atenção que o autor, o professor Ari Lima, tem dedicado à produção musical dos negros, particularmente, na cidade de Salvador. Portanto, a pergunta do título enfatiza, por um lado, um diferencial de gênero na relações raciais, mas, por outro lado, considerando a força simbólica do cabelo crespo do negro, sustenta uma pergunta monumental que o  povo negro se fez e se faz após a abolição da escravatura e o advento de uma possível sociedade moderna no Brasil, autodefinida como igualitária e sem restrições étnicas e raciais: o que fazer com o cabelo, mas também o que fazer com o corpo,

 

Maiores informações, consulte o site: