Mesa Redonda: Expressões e rumos da diversidade sexual na literatura: Autores, Obras e Críticas

A mesa redonda Expressões e rumos da diversidade sexual na literatura: Autores, Obras e Críticas integra a programação do VI Congresso Internacional de Estudos sobre Diversidade Sexual e de Gênero, da Associação Brasileira de Homocultura (ABEH), a ser realizado no período de 1 a 3 de agosto de 2012, na Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Salvador. A mesa foi idealizada pelo Professor Dr. Paulo César García para agregar debates com autores da literatura brasileira e críticos literários referentes ao tema do congresso: “Memórias, rumos e perspectivas dos estudos sobre a diversidade sexual e de gênero”.
Os escritores convidados apresentarão sobre a tarefa de ser escritor, sobre a criação de histórias e as experiências com a arte, como e o porquê falar da diversidade sexual em suas obras, permitem reflexões para seus personagens ficcionais e para um eu lírico exposto, como enunciam e permitem pensar um modo de vida atravessado por desejos, medos, solidão, amor entre os iguais. Pode-se dizer que, diante de contextos sociais marcados, as obras desses escritores manifestam um exercício relevante para pensar as identidades sexuais e de gênero e, certamente, criam uma linguagem peculiar com o tema em mente, acolhendo e revertendo falas de regimes disciplinados.
Os escritores João Nery, Marco Lacerda, Állex Leilla, Rick Santos e Lima Trindade são presenças importantes para debater a representação do literário que configura e expressa os constructos homoculturais. As obras dos escritores convidados não somente manifestam subjetividades homoafetivas e homoeróticas, mas também criam e anunciam uma literatura que se reatualiza no tempo e espaço, tornando-a, também, crítica de uma cultura heterossexista ocidental brasileira que ainda muito necessita ser questionada e interpretada a respeito das diversidades e orientações sexuais versus a hegemonia heterossexual compulsória.
Assim, espera-se oferecer ao público não somente um contato com escritores e suas obras, como também colocar de frente mais um grande desafio: atravessar as fronteiras para refletir o que se escreve, como se escreve, a importância de ler e de pensar a literatura e as nuances sobre os amores, afetos e desejos que ousam dizer o nome na vida e na arte.

ESCRITORES CONVIDADOS

João Nery

Escritor carioca, sempre escreveu poesias, algumas delas transcritas na obra “Viagem solitária”, a grande obra do momento.
Em 1984, publicou seu primeiro livro, “Erro de pessoa: João ou Joana?”, editado pela Record, com prefácio de Antônio Houaiss. O livro autobiográfico recupera sua infância e juventude, mas vai além do relato até a vida atual. João, hoje, é pai de um profissional liberal recém-formado, amigo e companheiro do pai transexual que assume sua condição.

Marco Lacerda

É Mineiro, Escritor e Jornalista de vários periódicos. Correspondente de o Estado de São Paulo e Jornal da Tarde e das revistas Superinteressante, Playboy, Cláudia. Atualmente, é editor da revista digital domtotal.com Como escritor, destacam-se: “As flores do jardim da nossa casa”, “Favela High-Tech”, Clube dos homens bonitos”

Állex Leilla

Doutora em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais. É Professora de Literatura Portuguesa da Universidade Estadual de Feira de Santana (uefs). Como escritora, tem cinco livros publicados, tendo sido contemplada com o Edital do Programa Petrobrás Cultural, cujo resultado foi o romance Primavera nos Ossos, publicada pela editora Casarão do Verbo, em 2010. Destaque para o livro “Henrique”, “Urbanos”, “O sol que a chuva apagou”.

Rick Santos

Doutor em Literatura Comparada pela State University of New York – Binghamton. Professor nos Departamentos de Língua Inglesa, Estudos Queer e Estudos Latinoamericanos. Pesquisador e ativista feminista/gay e membro fundador da ABEH e d’As Cassandristas, coletivo feministas de/sobre lésbicas brasileiras de Nova York. Autor de vários ensaios, poemas e traduções publicados nos Estados Unidos e no Brasil. Destaco A escrita de Adé, coletânea organizada com o Wilton García.

Lima Trindade

Brasiliense, decidiu morar em Salvador, onde fez mestrado em Letras (UFBA). É autor de “Supermercado da Solidão” (2005), “Todo o Sol mais o Espírito Santo” (2005), Corações, blues e serpentinas (2007), tendo ainda figurado na antologia de contos “ Todas as Gerações” (2006) e colaborado em diversos jornais e revistas brasileiras e alguns do exterior, como a LSD, do Uruguai e a Storm Magazine, de Portugal. Desde 1999, edita a revista eletrônica Verbo 21, especializada em literatura e cultura.

DIA 2 DE AGOSTO DE 2012
HORÁRIO: DAS 16:30H ÀS 18:30H
LOCAL: AUDITÓRIO PAF 3 UFBA
CONSULTE A PROGRAMAÇÃO DO CONGRESSO:
www.abeh.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *